sexta-feira, 30 de novembro de 2012

TEIXEIRA DE FREITAS BA: Exclusivo: Vídeo mostra Guarda que diz ser Presbítero abusando sexualmente contra uma criança de 10 anos dentro do colegio


Um caso de estupro que veio à tona na tarde de quinta-feira 29 de novembro 2012, vem chocando a cidade Teixeira de Freitas, este é um caso que foge da normalidade dos casos de estupros, que é um crime que normalmente acontece sem presença de testemunhas, o que dificulta o trabalho da polícia que precisa trabalhar com provas científicas para provar o ato.

Desta vez o crime também não contou com a presença de testemunhas, mas foi praticado no interior da Escola Municipal Alcenor Alves Barbosa, que fica no bairro Castelinho em Teixeira de Freitas. A prova do crime desta vez é que a escola possui circuito interno de segurança, com câmeras instaladas em diversas salas do interior da escola que serviram para flagrar o estuprador praticando o estupro contra uma criança de 10 anos, que teria sido atraída até a escola com a promessa de que ganharia um aparelho celular.
O fatídico caso aconteceu na quarta-feira 28 de novembro 2012, tendo início às 19h30min, quando o vigilante  Jorge Souza Silva, de 53 anos, que além de fazer parte da guarda municipal de Teixeira de Freitas, alega ser presbítero da Igreja Evangélica A Volta de Cristo Unida, que fica no mesmo bairro onde o crime aconteceu, no Castelinho.


A cena do crime aconteceu nas salas da Escola Municipal Alcenor Alves Barbosa, por voltas das 19h30min o vigia Jorge abre o portão para a criança de 10 anos entrar, logo em seguida ele começa os ataques à criança, beija seu pescoço, lhe carrega no colo, lhe faz carícias e leva a criança para dentro das salas da escola.

O ponto mais forte do estupro acontece dentro da secretaria da escola, quando ele entrega o celular que havia prometido para que ela pudesse ir à escola aquele horário, a criança recebe o celular sentada em um banco, ela fica brincando com o celular, ao lado do banco estão duas mesas juntas como se fosse uma cama, parece que tudo foi feito de caso pensado.

Após receber o celular e brincar com o mesmo, a criança é carregada no colo por Jorge, que a coloca sobre as duas mesas, onde serve de cama para seu ato sexual com a criança, neste momento com a criança sobre a mesa, ele lhe agarra forte, lhe beija o pescoço, aproveitando para tocar suas partes intimas com a mão.

Em seu depoimento à delegada Kátia Cielber Guimarães Garcia, a criança relatou que em outra sala onde as câmeras de segurança não flagraram, Jorge chegou a lhe praticar sexo oral, mas que ela tentava se livrar das investidas do estuprador, que sempre lhe segurava forte.

Jorge em seu depoimento ao delegado Manuel Eduardo Costa Andreetta, assumiu ter cometido o estupro com a criança, relatando que teria sido em seu momento de fraqueza, mas que estaria arrependido e com medo de ser colocado na prisão junto com outros estupradores.

Jorge foi preso em flagrante após a própria guarda municipal denunciar o ato na DEAM (Delegacia Especializada de Atendimento a Mulher), em seguida a delegada Kátia Guimarães e o delegado Manoel Andreetta determinou ao seu serviço de investigação, que efetuassem a prisão, de imediato os policias civis Wellington Águia e Deodoro efetuaram a prisão de Jorge, que foi levado até a carceragem da 8ª Coorpin, onde permanecerá à disposição da justiça.


FONTE: REPORTER CORAGEM

Related Articles :


Stumble
Delicious
Technorati
Twitter
Facebook

0 COMENTARIOS: